terça-feira, 17 de maio de 2011

Novo estádio Presidente Vargas já é alvo de pichadores


O secretário de Esportes de Fortaleza, Evaldo Lima, informou ao O POVO Online que tomou conhecimento do ato de vandalismo no fim da tarde deste domingo. Membros da Secel devem criar mecanismos para corrigir os muros e prevenir ação de vândalos.
Reaberto neste mês, na decisão do Campeonato Cearense, o Novo Estádio Presidente Vargas não escapou dos vândalos. Nas laterais e na fachada principal já podem ser vistas pichações.

O secretário de Esportes e Lazer da Prefeitura de Fortaleza (Secel), Evaldo Lima, informou ao O POVO Online que tomou conhecimento do ato de vandalismo no fim da tarde deste domingo, 15, e foi pessoalmente ao estádio. Ele lamentou o fato de a pichação ter atingido justamente a fachada da entrada, que é tombada pelo município.

Segundo o secretário, membros da Secel vão se reunir ainda na manhã desta segunda-feira, 16, a fim de criar mecanismos de correção dos muros e prevenção da ação de vândalos. De acordo com Evaldo Lima, além das câmeras de segurança já existentes no estádio, a área externa também receberá os equipamentos, a fim de identificar os responsáveis e cobrar providências dos órgãos policiais. "Pichação é crime de dano contra o patrimônio público", afirmou o secretário.

Outra solução a ser implementada pela Secel será a reserva das áreas mais suscetíveis a pichações para grafitagem. O estádio Presidente Vargas também vai receber uma pintura especial, que permite a retirada de pichações com lavagens.
Evaldo Lima comemorou o fato não terem ocorrido atos de degradação nos dois primeiros jogos no Presidente Vargas, resultado, segundo ele, de ações de conscientização entre as torcidas. O mesmo processo deve ser promovido pela Sesporte para evitar a pichação do estádio.


Blog do Eliomar

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Polo Cultural do Benfica terá comissão com representantes da UFC e da Câmara



O Reitor Jesualdo Farias, da Universidade Federal do Ceará, e o Presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Acrísio Sena, deram continuidade, em reunião realizada na manhã desta segunda (2), na Faculdade de Direito, às conversações em torno do projeto do Polo Cultural do Benfica. Ficou decidida a formação de comissão integrada por representantes da Universidade e do Legislativo Municipal, que já terá o primeiro encontro de trabalho na próxima segunda-feira (9), às 10h, no Gabinete do Reitor. 

O vereador Acrísio Sena ressaltou que o momento atual é oportuno para a delimitação geográfica do Polo, tendo em vista que está tramitando na Câmara a adequação do Plano Diretor da cidade, a ser votado até junho

Pelo fato de o encontro de hoje ter acontecido na Faculdade de Direito, surgiram sugestões que podem ser aproveitadas no projeto no Polo Cultural, como a urbanização da Praça Clóvis Bevilácqua. O local passaria a ser um local de convivência para os estudantes e a população residente no entorno.

Representando a UFC, fazem parte da comissão que tocará o projeto três arquitetos do Curso de Arquitetura e Urbanismo e um docente da Faculdade de Direito. A Câmara, por sua vez, será representada por integrantes da Assessoria Jurídica e da Assessoria de Imprensa, além de um arquiteto a ser requisitado ao Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB – Seção Ceará). 

Estiveram presentes ao encontro o Diretor da Faculdade de Direito, Prof. Álvaro Melo Filho; o Coordenador e a Vice-Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Direito, Prof. João Luiz Nogueira Matias e Profª Denise Lucena; o Coordenador do Curso de graduação, Prof. Fernando Ferraz; e o Coordenador de Extensão dos Campi do Cariri, Quixadá e Sobral, Prof. Osmar de Sá Pontes Jr.

Após a reunião, o grupo percorreu parte das instalações da Unidade Acadêmica, visitando as obras do Núcleo de Prática Jurídica, onde o vereador Acrísio Sena aproveitou para anunciar a criação do Escritório de Direitos Humanos da Câmara e pediu a colaboração de professores e estudantes da Faculdade para o empreendimento. 

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC - (fone: 85 3366 7331/ 3366 7332)