domingo, 14 de outubro de 2012

Festival de Cultura da UFC - Edição 2012

De 15 a 19 de outubro de 2012, a Universidade se debruça sobre a herança histórica de duas efemérides: a Padaria Espiritual (movimento literário cearense que completa 120 anos) e a Semana de Arte Moderna de 22 (realizada há 90 anos na cidade de São Paulo). Ambas representaram rupturas com o tradicionalismo, usando a arte como matéria-prima de revoluções culturais, manifestações políticas e transformações sociais. 

A partir desse pano de fundo, o V Festival UFC de Cultura discute as diferentes formas de pensar/fazer arte e reverbera a influência dos movimentos citados sobre o fazer artístico no Brasil contemporâneo. Através de discussões com os maiores especialistas na área e enriquecendo o diálogo com múltiplas linguagens, fica provado que ainda permanece vivo o desejo de mudança.

A Universidade Federal do Ceará acumulava, até recentemente, dívida histórica com a sociedade cearense no campo da cultura. Há cinco anos, a Instituição diagnosticou essa lacuna e começou a conceber um evento que não só se propunha a ocupar essa função, mas também a valorizar a cultura cearense e brasileira como um todo. Desde a sua primeira edição, em 2008, o Festival UFC de Cultura mergulhou em universos distintos para fortalecer esse compromisso de fomentar e difundir a arte e a cultura. 

A grande marca do evento é a multiplicidade de linguagens. Há espaço para discussões teóricas, música, dança, teatro, cinema, literatura, gastronomia, moda e oficinas. Tendo como principais valores a participação da comunidade acadêmica, a integração entre Universidade e sociedade, a democratização da cultura, a formação de plateias, a reflexão crítica e a diversidade cultural, o Festival UFC de Cultura já está consolidado como um dos principais eventos do calendário cultural do Ceará e do Brasil.


Aprecie a programação, na íntegra, no site do evento:

 http://www.festivalufcdecultura.ufc.br/2012/




quinta-feira, 1 de março de 2012

Projeto de reforma do Aécio de Borba está finalizado, diz secretário
Estrutura do ginásio está comprometida e não passa por reforma há 21 anos. Projeto será apresentado à Prefeita Luzianne Lins

O projeto de reforma do Ginásio Aécio de Borba já está finalizado. O ginásio, que fica ao lado do Estádio Presidente Vargas, está com a estrutura comprometida há algum tempo e não vê uma reforma há 21 anos. Após longo período sem receber nenhuma modificação na sua estrutura, em 2012, o local deve finalmente ter uma reforma.
Concluído nesta sexta-feira, o projeto será apresentado à Prefeita Luzianne Lins, depois passará por uma avaliação para poder ter continuidade. Segundo o secretário de esporte e lazer de Fortaleza, Evaldo Lima, o projeto tem como objetivo revitalizar o Ginásio Aécio de Borba.
Entregar para a sociedade um equipamento esportivo com segurança, qualidade e acessibilidade, respeitando o cidadão e o meio ambiente de Fortaleza.
A reforma comtemplará a recuperação das estruturas metálica e de concreto, novas saídas de emergência e rotas de fuga, adequação aos critérios de acessibilidade, novos banheiros e vestiários, novas fachadas e criação de novas bilheterias de acessos.

 Na próxima semana, encaminharemos o projeto à Comissão Permanente de Licitação e depois elaboraremos o projeto - finaliza o secretário.

O Ginásio Aécio de Borba foi inaugurado em outubro de 1982 e mesmo com a estrutura do local danificada, banheiros depredados, infiltrações, alambrados quebrados, o ginásio é utilizado constantemente pela comunidade esportiva. O local abriga jogos do Sumov Atlético Clube e possui capacidade de 2.500 pessoas.
(Foto: Miguel Portela/Agência Diário)



(Foto: Miguel Portela/Agência Diário)

Por Luana Andrade Fortaleza, CE
Jornal O Povo



sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Carnaval Benfiquiano

Olá Amigos(as)!

Saudações Benfiquianas!


O Carnaval está batendo à nossa porta e muita gente nos pergunta: E o que vai ter no nosso querido @bairrobenfica? Quem já teve a oportunidade de aproveitar o festim no Benfica sabe que melhor opção em Fortaleza não há, a festa é completa, junta música, alegria e tranquilidade. Nos carnavais daqui sempre se pode ver desde a criança de colo até o avô animado, famílias completas, grupos de amigos, gente fantasiada,gente sem fantasia, todos unidos com um único propósito: Alegria!
E para ningém ficar de fora não poderíamos deixar os amantes deste boêmio recanto sem a preciosa programação carnavalesca.

Confiram abaixo o que vai acontecer no clã Benfiquiano neste carnaval 2012:













Dia 18 e 20 de Fevereiro - Sábado e Segunda
Bloco Luxo da Aldeia se apresenta na Padre Francisco Pinto em frente ao Bar do Chaguinha
Horário: 12hs às 18hs

Dias 19 e 21 de Fevereiro - Domindo e Terça
Bloco Sanatório Geral se apresenta Rua Padre Francisco Pinto, na calçada do Buraco, ali pertinho do Mercado das Frutas/Bar do Chaguinha.
Horário: A partir das 10:30 da manhã

Noite dos Tambores Ancestrais na Noite Escura
Praça da Gentilândia (av. da Universidade - Benfica). De 22h a 1h da manhã.
20/02 (segunda-feira)


O Bloco Sanatório Geral vai às ruas pelo quarto ano consecutivo, reinventando-se no carnaval desde quando, em 2009, com pouco mais de mil reais dos foliões, estreou sua lagarta de fogo num domingo marejado de chuva e alegria.

O Bloco Luxo da Aldeia, que já tem a sua história firmada nos pré-carnavais do Benfica, se apresenta pela primeira vez no carnaval do bairro em 2012, com muita expectativa dos benfiquianos, diga-se de passagem.

Bem, agora só vos resta se deixar levar pela atmosfera mágica deste lugar e fazer o carnaval com muita alegria, é claro.
Recomendações: Bebam bastante água e levem suas ecobags, não joguem lixo no chão, por favor, não queremos os bueiros entupidos e gente perambulando de caiaque pelo bairro novamente...
Ah!Preparem-se porque pode chover heim!

Dúvidas e sugestões mandem pelo Twitter @bairrobenfica ou pelo email bairrobenficace@gmail.com

Bom carnaval e até a próxima!

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Patrimônio demolido no Benfica

O casarão, erguido em 1898, situado na Rua Marechal Deodoro.

Na última semana 2011 o nosso Bairro Benfica presenciou, sem nada poder fazer, um lamentável acontecimento: o casarão histórico, que veio abaixo na manhã do dia 30/12/11. A casa da chácara Flora já estava com processo iniciado de tombamento municipal.

Da Chácara Flora, na Rua Marechal Deodoro, no bairro do Benfica, erguida em 1898, só restou poeira, entulhos e muita tristeza. O casarão veio ao chão na manhã de ontem. Os tratores destruíram décadas de histórias e deixaram um vazio na memória de quem já tinha se acostumado com a paisagem, que misturava moderno e tradicional.

O último exemplar de uma típica chácara estava em processo de tombamento municipal. A própria Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor), que já reconhecia a riqueza cultural do local, diz ter ficado de mãos atadas, nada pôde fazer para evitar que o crime acontecesse.

"Infelizmente, chegamos tarde demais. Entretanto, já foi lavrado autuação com valor de embargo que impede que seja feita qualquer intervenção no local, como a retirada de material. Proprietários vão ter que pagar multa e responder criminalmente", lamenta Clélia Monastério, responsável pela Coordenação de Patrimônio Histórico Cultural da Secultfor. Ela informa ainda que a Procuradoria Geral do Município (PGM) irá mensurar o valor da multa e outras medidas.

A coordenadora relata também que a fiscalização da Secretaria do Meio-Ambiente e Controle Urbano (Semam) autuou o proprietário, com base no artigo 63 da lei federal 9605/98 (crimes ambientais). Na terça-feira,03/01/12 o proprietário deve prestar esclarecimentos na própria Semam.

Frustração

Conforme Clélia Monastério, o imóvel é o que restava de uma grande "vasta gleba, gradativamente subdividida" no bairro do Benfica e era propriedade de Francisco, irmão de José Barcelos - primeiro diretor da Escola Normal. Apesar do dano, a extensa vegetação parecia intacta.

A servidora pública Ieda Costa, 49, que mora em frente ao local, parecia decepcionada. Ela já não dormia há muitas noites, ficava sempre de olho, pois sabia que a ameaça de destruição estava próxima. "Um antigo inquilino, antes de ir embora, disse que o casarão iria ser destruído para virar quitinetes", diz.

E desses primeiros temores, ainda em julho, surgiu a preocupação da vizinha. Tapumes colocados nas grades denunciavam o possível crime que estava por vir. "Estávamos todos aflitos e querendo que a prefeitura tombasse logo", comenta Ieda.

A Secultfor iniciou o processo em agosto desse ano. Apesar de não estar finalizado, todas as sanções previstas já estariam, segundo o município, valendo. A gestão tem 28 bens em processo de tombamento, 13 em caráter provisório e nove definitivos.

Indignação

Romeu Duarte, professor de arquitetura da Universidade Federal do Ceará (UFC) e membro do Conselho Municipal de Patrimônio, não conteve sua chateação com o crime ocorrido às escondidas, na madrugada de ontem, uma antevéspera de feriado.

Segundo ele, a riqueza patrimonial, vinha, principalmente, do fato de a casa ser exemplar único. "A chácara é uma tipologia arquitetônica extinta. Eu pedi o tombamento por esse motivo. É uma arquitetura da passagem do século XIX. Com traços ecléticos, característica de chalé, com traços europeus que marcam o momento da expansão da cidade", diz. A área estava inscrita, segundo ele, num quadrado de três mil metros, com quatro fachadas e cercada de verde.

Entretanto, Duarte alerta que a preservação patrimonial é um grande desafio, principalmente, em uma Capital que parece vibrar com o crescimento do mercado imobiliário e ainda vê o tombamento como um entrave. Tal como se parafraseasse Caetano Veloso: "a força da grana que ergue e destrói coisas belas".

Com o patrimônio findado, a esperança do advogado de Direito da Cultura, Mário Pragmácio, é que o caso vire exemplo. "O cuidado com o patrimônio é responsabilidade do poder público e de toda sociedade que, infelizmente, ainda desconhece muito dos imóveis tombados. É preciso ações de educação patrimonial", frisa.

A reportagem tentou diversos contatos com a Construtora Douglas, atual proprietária do imóvel, mas não obteve retorno.


Fonte: Diário do Nordeste.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

O programa na TV O POVO estreia com o Benfica como tema.



A TV O POVO levou ao ar nos últimos dias um novo programa. Movimento Urbano vai ser apresentado a partir das 21 horas pela jornalista Cinthia Medeiros, que trará convidados para debater a cidade abordando seus diversos aspectos. A atração será semanal, com apresentação sempre aos sábados, e reprises em horários alternativos na segunda-feira a meia noite, e terça-feira pela manhã, a partir das 11 horas.

Cinthia, que também é produtora e editora do programa, explica que a proposta é de lançar vários olhares sobre Fortaleza buscando conhecer melhor a cidade que temos. Com participação de especialistas de áreas diversas a cada programa, serão enfocadas questões como infraestrutura, transporte, atrações culturais e turísticas, entre outros assuntos, integrando essa discussão aos cidadãos, personagens que habitam e movimentam a cidade.
Nesse primeiro programa o debate será em torno do projeto que propõe regulamentar oficialmente o Benfica como polo cultural. O tema será discutido com a participação do secretário executivo da Cultura de Fortaleza, Márcio Caetano, e do presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil - secção Ceará, Odilo Almeida Filho.
Para enriquecer o debate, a repórter Marina Alcântara visitou o Benfica e ouviu moradores mostrando o que o lugar tem para ser candidato a mais novo polo cultural de Fortaleza. O bairro sedia a Universidade Federal do Ceará (UFC), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) e o estádio Presidente Vargas (PV).

terça-feira, 17 de maio de 2011

Novo estádio Presidente Vargas já é alvo de pichadores


O secretário de Esportes de Fortaleza, Evaldo Lima, informou ao O POVO Online que tomou conhecimento do ato de vandalismo no fim da tarde deste domingo. Membros da Secel devem criar mecanismos para corrigir os muros e prevenir ação de vândalos.
Reaberto neste mês, na decisão do Campeonato Cearense, o Novo Estádio Presidente Vargas não escapou dos vândalos. Nas laterais e na fachada principal já podem ser vistas pichações.

O secretário de Esportes e Lazer da Prefeitura de Fortaleza (Secel), Evaldo Lima, informou ao O POVO Online que tomou conhecimento do ato de vandalismo no fim da tarde deste domingo, 15, e foi pessoalmente ao estádio. Ele lamentou o fato de a pichação ter atingido justamente a fachada da entrada, que é tombada pelo município.

Segundo o secretário, membros da Secel vão se reunir ainda na manhã desta segunda-feira, 16, a fim de criar mecanismos de correção dos muros e prevenção da ação de vândalos. De acordo com Evaldo Lima, além das câmeras de segurança já existentes no estádio, a área externa também receberá os equipamentos, a fim de identificar os responsáveis e cobrar providências dos órgãos policiais. "Pichação é crime de dano contra o patrimônio público", afirmou o secretário.

Outra solução a ser implementada pela Secel será a reserva das áreas mais suscetíveis a pichações para grafitagem. O estádio Presidente Vargas também vai receber uma pintura especial, que permite a retirada de pichações com lavagens.
Evaldo Lima comemorou o fato não terem ocorrido atos de degradação nos dois primeiros jogos no Presidente Vargas, resultado, segundo ele, de ações de conscientização entre as torcidas. O mesmo processo deve ser promovido pela Sesporte para evitar a pichação do estádio.


Blog do Eliomar

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Polo Cultural do Benfica terá comissão com representantes da UFC e da Câmara



O Reitor Jesualdo Farias, da Universidade Federal do Ceará, e o Presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Acrísio Sena, deram continuidade, em reunião realizada na manhã desta segunda (2), na Faculdade de Direito, às conversações em torno do projeto do Polo Cultural do Benfica. Ficou decidida a formação de comissão integrada por representantes da Universidade e do Legislativo Municipal, que já terá o primeiro encontro de trabalho na próxima segunda-feira (9), às 10h, no Gabinete do Reitor. 

O vereador Acrísio Sena ressaltou que o momento atual é oportuno para a delimitação geográfica do Polo, tendo em vista que está tramitando na Câmara a adequação do Plano Diretor da cidade, a ser votado até junho

Pelo fato de o encontro de hoje ter acontecido na Faculdade de Direito, surgiram sugestões que podem ser aproveitadas no projeto no Polo Cultural, como a urbanização da Praça Clóvis Bevilácqua. O local passaria a ser um local de convivência para os estudantes e a população residente no entorno.

Representando a UFC, fazem parte da comissão que tocará o projeto três arquitetos do Curso de Arquitetura e Urbanismo e um docente da Faculdade de Direito. A Câmara, por sua vez, será representada por integrantes da Assessoria Jurídica e da Assessoria de Imprensa, além de um arquiteto a ser requisitado ao Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB – Seção Ceará). 

Estiveram presentes ao encontro o Diretor da Faculdade de Direito, Prof. Álvaro Melo Filho; o Coordenador e a Vice-Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Direito, Prof. João Luiz Nogueira Matias e Profª Denise Lucena; o Coordenador do Curso de graduação, Prof. Fernando Ferraz; e o Coordenador de Extensão dos Campi do Cariri, Quixadá e Sobral, Prof. Osmar de Sá Pontes Jr.

Após a reunião, o grupo percorreu parte das instalações da Unidade Acadêmica, visitando as obras do Núcleo de Prática Jurídica, onde o vereador Acrísio Sena aproveitou para anunciar a criação do Escritório de Direitos Humanos da Câmara e pediu a colaboração de professores e estudantes da Faculdade para o empreendimento. 

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC - (fone: 85 3366 7331/ 3366 7332)

quarta-feira, 13 de abril de 2011

A percepção do preconceito.

O Povo - 13.04.2011


O preconceito contra os homossexuais é outro traço que a pesquisa sobre o perfil do morador de Fortaleza desenha. Os números mostram um paradoxo: ao mesmo tempo em que a maioria dos entrevistados (87,5%) declara que não tem preconceito, percentual semelhante (82,8%) acredita que o fortalezense é, sim, preconceituoso.

A contradição expõe, nessa como em outras questões, que há uma tendência maior a se mentir na resposta à pesquisa quando se fala de questões da intimidade. Mas o preconceito é real.

E é visível, demonstrou a professora Glaudiane Holanda, 34 anos, durante a graduação em Ciências Sociais (Universidade Estadual do Ceará). Glaudiane concluiu o curso com a monografia “Entre o proibido e o permitido – sociabilidade homoerótica na Praça da Gentilândia”.

A praça, no efervescente bairro Benfica, caminho de passagem de roqueiros, punks, hippies, boêmios e (contra)culturas, tornou-se ponto de encontro, paqueras e namoros de homossexuais. A maioria, retrata Glaudiane, eram adolescentes e jovens na faixa etária de 13 a 24 anos. Eles se encontravam às sextas-feiras, das 18 às 23 horas, reconstitui a pesquisadora. “E havia dias que chegavam a 300 pessoas”.

A Gentilândia passou, de boca em boca, a ser o local do permitido. Os jovens, antes, engaiolados nos shoppings, foram para a praça. “Estamos ficando lá na Gentilândia”, divulgam os adolescentes, barrados nas boates gays da cidade.

Mas, ao ganhar a rua e a visibilidade, os homossexuais também se tornaram alvo de conflitos, restaura Glaudiane Holanda. “O moradores começaram a acionar a polícia”, conta. A pesquisa de porta em porta demonstrou: “Eles se sentiam muito ofendidos com ‘aquele tipo de pessoa’ na praça. Não achavam normal e se sentiam incomodados com as imagens. Ver dois meninos ou duas meninas se beijando, eles não consentiam... Alguns diziam que não colocavam mais as cadeiras lá fora porque não queriam que seus netos e filhos vissem”.

Começaram a acontecer arrastões no local, destaca Glaudiane. “Os moradores deram o pontapé inicial porque queriam terminar aquele movimento. Foram atrás da polícia, que não deu conta e acabou espancando muitas pessoas lá. Depois disso, alguns moradores entraram em contato com gangues próximas”, ratifica.

E a chamada “pracinha da Gentilândia”, povoada entre 2004 e 2006 por aqueles grupos, foi sendo esvaziada. A intolerância ressoava em um discurso preconceituoso: “O discurso era ‘vamos tirar os ‘veados’ e as ‘sapatões’ desse espaço”. E assim foi. “Começou a surgir a Praça Portugal e abriu um bar, próximo ao 23 BC (23º Batalhão de Caçadores) que deixava os adolescentes entrar. O pessoal fugiu da praça e foi se esconder nesse lugar, que era particular, fechado”, relaciona a pesquisadora.

O esconde-esconde ainda é um meio de os homossexuais vivenciarem suas relações na quinta metrópole do País. Glaudiane reforça: “Pela própria formação do cearense, do macho ser valorizado. O ‘cabra macho’ ainda está muito arraigado na nossa cultura. Quando acontece algo que rompe com esse cotidiano, as pessoas acabam reagindo”.

Daí, a mestranda em Antropologia (Universidade Federal de Pernambuco) conclui, endossando as estatísticas sobre o preconceito contra os homossexuais: a maior parte dos fortalezenses é preconceituosa e intolerante em relação ao que ainda não está legitimado. “Já presenciei, várias vezes. Em bares, quando tem um ato de carinho entre pessoas do mesmo sexo, o dono do bar pede que se retire. Enquanto do lado tem um casal heterossexual se beijando. Ainda causa estranhamento”, atesta.

Ana Mary C. Cavalcante
anamary@opovo.com.br

terça-feira, 5 de abril de 2011

Cultura + Lua Nova + Café Vitrola

Breve Compêndio de 100 Postais Essenciais de Fernanda Meireles

Arte e Cultura




Dia / Hora
Quinta-Feira, 7 de abril · 18:00 - 22:00

Onde?
Livraria Lua Nova & Café Vitrola - Av. 13 de maio, 2861, Benfica (em frente ao shopping Benfica)


Mais informações

Celebrando 10 anos de produção, os 100 melhores postais estarão expostos em versão ampliada - e à venda! Alguns postais inéditos estarão por lá também e fecharão uma gestalt que tem a ver com a forma de produção.As coleções feitas com os desenhistas queridos Ayrton Pessoa (Bob), Vítor Batista e Ramon Cavalcante também estarão lá: postais Supercordas, coleção erótica Kaminha Sutra e as placas da coleção Cidades Internas.



FERNANDA MEIRELES

Moradora da Cidade Solar (Fortaleza/CE), ela é uma das pessoas importantes da cena alternativa brasileira. Uma das organizadoras do evento Zine-se que ocorre em vários lugares da cidade todos os meses, onde os zineiros se juntam para trocar seus zines e idéias. Com o seu zine de divulgação chamado Esputinique - que já está no # 7- descobrimos que a sua cidade é repleta de incansáveis artistas alternativos.

Fernanda também edita outros zines como ESPLIM com temas pessoais, tendo colaborações de amigos escolhidos a dedo, o LOLIPOPEOPLE, zine anual com os desenhos maravilhosos de Marco Antônio. Fernanda também deu varias oficinas de zines, e depois divulga tudo no seu zine Esputinique, este sim, um dos mais significativos títulos, hoje, em ação em nossa cena alternativa.

Conheça mais em https://picasaweb.google.com/fernandaameireles

                                                       








terça-feira, 29 de março de 2011

Estádio Presidente Vargas recebe os últimos retoques da reforma

O estádio Presidente Vargas já está com quase 100% das obras concluídas. Se tudo acontecer como o planejado, o PV deve ser entregue até os 15 primeiros dias de abril.
Segundo a Prefeitura de Fortaleza, a praça esportiva já está com 95% dos trabalhos concluídos. Mas faltam alguns detalhes na estrutura.
Laudo da verificação de engenharia do espaço foi apresentado nesta segunda-feira (28)




Para que o Estádio seja reaberto para receber as partidas de futebol, o Estatuto do Torcedor e o Ministério do Esporte exigem que estejam prontos os laudos da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Crea e Vigilância Sanitária.
Projeto aprovado
De acordo com o Crea, não foram constatadas irregularidades na estrutura para receber 20.268 torcedores, mas faltam algumas recomendações serem cumpridas para que o PV seja inaugurado em abril.
O documento emitido pelo Conselho foi levado para a Confederação Cearense de Futebol, para depois ser encaminhado ao Ministério Público Estadual.
Últimas medidas
A Prefeitura já oficiou os 4 laudos exigidos pela Fifa, mas a vistoria da Vigilância Sanitária também está fase de conclusão.
Diário do Nordeste - 28/03/2011

terça-feira, 22 de março de 2011

Feira Agroecológica na Gentilândia completa 1 ano.

Alegria, produtos agroecológicos, arte, respeito a natureza, amor, ocupação do espaço público, oficinas, práticas corporais, música, ótimas conversas, tudo isso e muito mais na comemoração de 1 ano da Feira Agroecológica do Benfica. Estão todos convidados a celebrar.

Programação:

7h - inicio
8h - prática corporal coletiva
9h30 - oficina desafiando o lixo: artesanato com tetrapak (tragam suas tesouras e embalagens)
11h - apresentações artisticas (circo, música, teatro e o que mais rolar)
12h - fim


 

Realização:

O objetivo do grupo de Consumidores Responsáveis do bairro Benfica, localizado em Fortaleza (CE) é debater e praticar alternativas de consumo pautados na solidariedade, na produção agroecológica, envolvendo arte, educação e respeito a MÃE TERRA. Junte-se a NÓS! SOMOS UM!O Grupo de Consumidores Responsáveis do Benfica se encontra, toda Quarta-Feira, na sede parceira da Associação Civil Alternativa Terrazul - Rua Waldery Uchôa, 459, às 17h30.




domingo, 20 de março de 2011

Dona Chica - Música, petisco e Arte - Tudo no Benfica

Foi da união dos irmãos Jefferson Souza, Tiago e Franzé que surgiu, há nove  meses, o Dona Chica. O local situado em plena efervescência da Avenida da Universidade (Benfica) tornou-se um point diferenciado por associar de forma satisfatória três coisas no mesmo espaço: almoço self-service ao dia e, à noite, bar/restaurante aliado à música de qualidade.


Com a família oriunda da Parquelândia, Jefferson explica como se deu o processo: “Nós já tínhamos interesse na área e possuíamos uma marmitaria caseira. Aí encontramos esse prédio, para montarmos um restaurante. Como você pode ver, aqui é também um local estratégico para o público, por ter muitos universitários, artistas, enfim...”, afirmou.




Com um altíssimo pé direito, a casa recebeu uma tonalidade amarela e, nas paredes, vários nomes da música popular brasileira dão as boas-vindas a quem chega, seja para beliscar um simples petisco ou mesmo se entregar ao arrasta-pé dos fins de semana. Durante o dia, porém... “a gente costuma dizer que o nosso self-service é de comida caseira porque quem prepara o cardápio é a nossa mãe”, explicou Jefferson, referindo à Dona Chica, 76 anos, que dá nome ao local.


Dividido em três ambientes – parte externa lateral e a interna com direito até a um belo mezanino – o bar reabre à noite, a partir das 17h30min, “para coisas mais leves, como petiscos, sopas e casquinhas de pizza”. Na parte musical, às Quintas são dedicadas ao chorinho, tendo à frente o grupo Cara de Choro; nas noitadas de sexta, quem entra em cena é o grupo comandado pelo músico Carlão, conhecido pela animação do tradicional Bar Zé Bezerra. Aos sábados, por fim, o forró pé-de-serra fica sob o comando do grupo Estrela do Oriente.


Também variado, o cardápio possui seus pratos de maior saída. Haja vista o suculento arrumadinho (R$ 10), bem como outros petiscos que vão da italiana bruschetta (R$ 9) à casquinha de pizza (R$ 11) que, de acordo com Jefferson, “é bastante crocante e apimentada”. Partindo para mais opções, o cardápio oferece ainda o carneiro ao vinho (R$ 16), a moqueca de arraia (R$ 12) e, para os que preferem jantar mesmo, os mais pedidos são o filé de carne ao molho madeira (R$ 30) e o filé de peixe com alcaparras (R$ 30).

Mas como nem de só de música e comida vive o homem, o local também resolveu apostar nas artes plásticas. 
O restaurante reúne também trabalhos de artistas locais em suas exposições coletivas de Encontro de Arte.

SERVIÇO
DONA CHICA
Avenida da Universidade, 2475 – Benfica.
Funciona de segunda a sábado, das 11h30min às 14h30min (para almoço self-service); das 17h30min à 1h (bar e restaurante). Couvert artístico:  R$ 3 .Outras info.: 3454 1182.

terça-feira, 15 de março de 2011

Biblioteca Comunitária do Benfica e Gentilândia



Por Kelsen Bravos

Núcleo original do bairro Benfica, a Gentilândia é a "capital" do mais intenso polo cultural de Fortaleza. Tem em si universidades públicas (estadual e federal) com todos seus equipamentos (museus, auditórios, cinemas, conservatórios de música, teatros, anfiteatros, bibliotecas das mais diversas faculdades, rádios, quadras poliesportivas...), residências universitárias, bares bem boêmios, um ginásio de esportes integrado a um estádio de futebol, além de praças bem arborizadas dotadas de espaços de convivência cultural, como palco para shows, barracas de comidas típicas, feiras-livres, e um casario bem preservado, cujos moradores põem cadeiras na calçada todo fim de tarde para conversarem refrescados pela brisa vinda bem lá da praia, refrigério só possível por conta de no Benfica predominar casas e edifícios de apenas quatro andares, quase um paraíso urbano, então.




Agora o curso de Biblioteconomia da UFC dá mais uma contribuição para a felicidade desse paraíso cultural, por meio do Projeto de Extensão do Curso de Biblioteconomia da Universidade Federal do Ceará que visa traçar o perfil cultural dos bairros Benfica e Gentilândia, em Fortaleza, a fim de construir com a comunidade a Biblioteca Comunitária local, para que tenha o sotaque, vozes e dicções de sua comunidade. Desse modo o seu acervo inicial se constituirá de livros e revistas, álbuns de família, filmes, cartas, discos, mapas e demais suportes cinevideográficos, imagéticos e bibliográficos.


A coordenação do projeto, sob responsabilidade do professor Luiz Tadeu Feitosa, promoveu a coleta de registros sobre o bairro e sobre a futura biblioteca por meio de depoimentos orais, entrevistas, bate-papos, encontros, entre outros recursos. Todo esse material irá compor o acervo de memória do bairro e servirá de azimute para a implementação da biblioteca, que pretende ser um espaço de convivência, onde os atores da comunidade interajam, criem e resolvam suas demandas informacionais.

Inicialmente a Biblioteca Comunitária funcionará na Biblioteca Laboratório do Curso de Biblioteconomia, no Centro de Humanidades II, do Campus do Benfica, situado à Av. da Universidade, 2762, Bloco da Biblioteconomia e Psicologia, no segundo andar.


quinta-feira, 10 de março de 2011

Há 70 anos morria José Gentil.

O palacete onde hoje é a sede da Reitoria da UFC e berço do povoamento do Bairro, já foi residência do mais ilustre Benfiquiano:José Gentil.

José Gentil nasceu em Sobral em 11 de setembro de 1867, filho de Antônio Alves de Carvalho e Francisca Cândida Vitorino de Menezes. Ficou órfão de pai aos 12 anos. Com a incumbência de sustentar sua família abriu, com os 10 contos que recebeu de herança, uma pequena loja de tecidos. Acabou se tornando bem sucedido no comércio e na venda de produtos agrícolas, acumulando riqueza. Casou-se em 1886 com Maria Amélia da Frota. Mudou-se para Fortaleza visando investir em negócios ligados à indústria, comércio e serviços.
José Gentil na juventude.

Estabeleceu-se na nova cidade em 1893. Abdicou dos dois sobrenomes e assumiu o segundo nome próprio como nome de família. Abriu uma loja de tecidos em parceria com alguns parentes. Fundou, no mesmo ano, a firma “Frota & Gentil” juntamente com seu cunhado José Artur da Frota. Em 1917 o estabelecimento ganhou uma seção financeira, e em 1931 se tornou definitivamente um banco, o Banco Frota Gentil S.A., que funcionou até a década de 60. Gentil criou em 1934 a “Imobiliária José Gentil”, que passou a administrar seus negócios imobiliários. O Jornal cearense O Estado caracterizou o Banco e a Imobiliária como “duas das mais importantes organizações comerciais do Ceará”.

Em 1909 comprou uma chácara no Bairro Benfica. Após algumas reformas tranformou-a em sua residência. José Gentil loteou terrenos vizinhos à sua residência e construiu vilas e ruas com casas de vários tamanhos e estilos. Algumas para locação, outras para uso particular. Nascia, assim, a "terra dos Gentil": a Gentilândia.

O empreendedor foi líder da Associação Comercial do Ceará durante os anos de 1905-1908 e 1913-1936, ocupando o cargo de presidente efetivo e, posteriormente, o de presidente de honra.

A respeito da Biografia de José Gentil, Francisco de Andrade Barroso afirma que o patriarca “não queria misturar política e negócios, mas aceitou, em certa época, ser eleito Vice Presidente do Ceará”.

As primeiras instituições bancárias do Ceará foram criadas na década de 30 por comerciantes e especuladores de terra urbana. Três dos 5 primeiros bancos cearenses estavam ligados ao comércio e, indiretamente, à agricultura. Dentre eles o Banco Frota Gentil S.A. É neste contexto que José Gentil instala sua base de negócios em Fortaleza.
Morte
O Banqueiro pouco tempo antes de sua morte.

José Gentil faleceu às 14 horas do dia 11 de março de 1941, aos 74 anos, na cidade de Poços de Caldas, após um ataque de angina pectoris. Deixou como herança uma fortuna de 40 mil contos. O cadáver foi transferido do Rio para a capital cearense. A cerimônia de “encomendação” do corpo foi realizada na igreja do próprio bairro do coronel: a Igreja dos Remédios. O enterro aconteceu em 14 de março, aproximadamente às oito da manhã.

O Carnaval e o Sanatório.

O GRUPO CMYK foi a sensação do Carnaval no Largo da Mocinha e no Bloco Sanatório Geral. Formado pelas disigners Aldiane Lima, Karla Saraiva, Dedê Oliveira e Rafaela Kalaffar, o quarteto impressionou pela criatividade. Elas elaboraram fantasias em que cada integrante representa uma cor do sistema CMYK (ciano, magenta, yellow (amarelo) e preto), empregado por imprensas, impressoras e fotocopiadoras. O sistema é usado para reproduzir a maioria das cores do espectro visível, conhecido por quadricromia. Para dar um ar de brincadeira de Carnaval uma frase atrás das blusas perguntava aos rapazes: “C-M-Y-Ké??” 

Eu quero é botar meu bloco na rua, brincar, botar pra gemer 

Só normal não sai no Sanatório Geral, bloco do Pré-Carnaval de Fortaleza que faz a festa também na folia momina. Criado no Benfica, local onde continua saindo pelas ruas do bairro, reúne gente louca (por Carnaval) e traz personagens e figuras da Gentilândia. Jornalistas, políticos, intelectuais, professores, estudantes e pessoas de outros bairros são atraídas pela animação e euforia. Este ano, uma lagarta de fogo foi a vedete da festa.









ESPECIAL CARNAVAL 2011 (9/3/2011)
DIÁRIO DO NORDESTE

segunda-feira, 7 de março de 2011

O Autêntico carnaval na Praça da Gentilândia

Olá amigos(as)

Saudações Benfiquianas!

Vinícius de Moraes, em seu vasto conhecimento e sabedoria, já dizia:

"...Se o amor é fantasia, me encontro em pleno carnaval..."

Ele sabia que o carnaval é puro amor, e foi com este amor que ilustres presenças estiveram ontem na Praça da Gentilândia, exatamente na Rua João Gentil, apreciando a linda apresentação carnavalesca do Bloco Sanatório Geral. Foram 5 horas de pura alegria (de 10hs às 15hs), onde várias gerações curtiram o clima harmonioso e familiar composto pela bucólica paisagem da Praça João Gentil e as músicas dançantes do "Sana".

Não podemos deixar de parabenizar o Bloco Sanatório Geral que através da alegria e irreverência consegue nos remeter ao autêntico carnaval, há 5 anos o bloco se apresenta no pré-carnaval da Gentilândia e, durante este curto período,conseguiu se firmar como uma alternativa de construção cultural no bairro e na cidade. Vale lembrar que o bloco não tem patrocinador, e que tem sua manutenção mantida através das vendas de camisas, Cd's e das doações da população. É nesta hora que pensamos: "Onde está o incentivo à cultura? Nossos dirigentes não vêem o quão importante é a conservação das raízes de uma população?" Os Benfiquanos têm sede de promover o lazer e a cultura, sabem que não precisam se deslocar para outras regiões da cidade para se divertir, e sabem também que têm que muito lutar para conseguir reativar da devida forma a vida cultural deste lugar e, pelo visto, esta causa vem trazendo mais e mais adeptos. É incrível como as pessoas participam sejam elas moradoras ou admiradoras do Benfica, e quem mais lá esteve pôde perceber a alegria pairando no ar, conferir as irreverentes fantasias, os sorrisos estampados em cada face e o respeito que ainda existe entre as pessoas.O que comove também é o vínculo que as pessoas têm pelo Bairro, perdemos a contabilidade de quantos brincantes disseram a frase: "Eu amo o Benfica" e de outras declarações de afeto por este lugar. Ficamos felizes também com a acessibilidade e apoio que o Blog teve das pessoas que não pensaram duas vezes ao se deixarem ser clicadas para que pudéssemos compartilhar com os internautas tão sublime momento de alegria (Veja as fotos na página inicial). Aos que não foram ainda há uma chance de prestigiar tão linda festa, o "Sana" se apresentará novamente dia 08/03, Terça-Feira, no mesmo Local:
Rua João Gentil esquina com a Paulino Nogueira, para quem está em Fortaleza é uma maravilhosa opção.
Nós indicamos e estaremos lá para conferir!

Grande abraço!


quinta-feira, 3 de março de 2011

Café Vitrola chega à cena Benfiquiana.

Olá amigos.


Saudações Benfiquianas!


Esta semana o Benfica recebe mais uma opção para quem aprecia um bom café, charme e,claro, boa música.É o Café Vitrola chegando à cena Benfiquiana.

Situado na Av. 13 de maio, 2861(altos da Livraria Lua Nova), o Café Vitrola abrirá as portas pela primeira vez para o público dia 11 de Março à partir das 08hs.A notícia já corre pelas ruas do Bairro gerando grande expectativa.A proposta do CAFÉ VITROLA é reunir duas paixões do público: Café e Música! Não necessariamente nessa ordem, claro, mas fundamentalmente na lista das coisas boas da vida. Em um prédio construído há mais de 200 anos com sua arquitetura colonial, mantiveram ao máximo a originalidade da arquitetura, conservando o chão de madeira e sua fachada. Na decoração interior, fotografias de artistas e mestres da nossa música, como Cartola, Vinícius de Moraes, Chico Buarque, Djavan... Retrô, sem ser forçado, a Vitrola de 1950, nos remete ao saudosismo e encanta nossos ouvidos.

O local não poderia ser melhor:BENFICA!Com um público  eclético, o CAFÉ VITROLA reunirá funcionários de escritórios próximos, estudantes, professores e formadores de opinião em geral, que poderão correr para degustar cappuccinos, o delicioso sotto de café( café espresso, leite vaporizado e chocolate alpino), sem dispensar o pão de queijo recheado com peito de peru e requeijão, diversas tapiocas, crepes e waffles.Com certeza nas cadeiras deste lugar, regados à uma boa xícara de puro café, sairão grandes composições, pensamentos e boas conversas que são peculiares dos frequentadores  do Benfica.
Serviço: Abertura dia 11 de março
Av. 13 de maio, 2861, altos da Livraria Lua Nova- Benfica

 (85) 3055 3397, segunda a domingo, das 8:00 às 22:00 






sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Último fim de semana de Pré Carnaval.

Olá amigos(as)

Saudações Benfiquianas!

Chega ao fim neste fim de semana o tão charmoso e animado Pré Carnaval 2011do Benfica, quem esteve presente na tradicional folia pôde deleitar-se nessa mágica atmosfera que encobre o Bairro nesta época.
Essa tradicional festa  traz a tona o saudosismo ao lembramos dos momentos cujos quais o Benfica já foi palco, e este último fim de semana as alamedas Benfiquianas serão disputadas pelos foliões animados e detentores de muito bom gosto, diga-se de passagem.Os Benfiquianos estão de parabéns pois, mesmo sem a estrutura necessária, conseguiram aproveitar festa sem brigas, assaltos ou maiores problemas.Quem sabe no próximo ano conseguimos uma melhor organização estrutural para o nosso Pré....

Confiram os Blocos que se apresentam este fim de semana:

Hoje - 25/02/11:
Bloco Luxo da Aldeia
Rua Padre Francisco Pinto, em Frente ao Bar do Marcão.
Horário: das 19h às 22hs

Hoje - 25/02/11
Bloco Segura o Copo
Praça João Gentil
De 18hs à 22hs

Sábado - 26/02/11
Bloco Sanatório Geral
Rua Padre Francisco Pinto, 144 - Em frente ao Bar do Chaguinha
A partir das 15:30hs

Sábado - 26/02/11
Bloco Coração Benfica
Rua Marechal Deodoro - no cercado entre a Paulino Nogueira e a Sto Antº(vizinho ao Posto)
Horário: de 16hs às 20hs.

Sábado - 26/02/11
Bloco Vips do Benfica
Rua Paulino Nogueira - em frente à Reitoria.
De 18hs às 22hs.

Deleitem-se.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Um blog Benfiquiano.

Olá amigos(as),

Saudações Benfiquianas!

É com enorme satisfação que "entra no ar" o Blog do Bairro Benfica, este tão querido lugar palco das maiores presenças culturais desta cidade.Em Setembro de 2010 o twitter do Bairro adentrou à web timidamente e hoje, após 5 meses, alcança a marca de quase 1000 presenças ilustres dos amigos(as) que admiram e cultivam amor por tão mágico e boêmio Bairro Fortalezense.Este Blog abordará todos os assuntos pertinentes à vida do Benfica: fatos, fotos, sugestões, reinvidicações, denúncias, anúncios...tudo que a população Benfiquiana anseia, é visível que o Bairro necessita de maior atenção de nossos "distintos" dirigentes, precisamos de maiores investimentos!

O Benfica conta com diversos ambientes de incetivo à cultura e ao lazer mas parece invisível aos olhos dos Fortalezenses toda este império cultural. Renovar, movimentar e reativar  esses lugares será uma de nossas missões aqui...É como diz o ditado: duas cabeças pensam melhor do que uma - Agora imagine todo o Benfica pensando, no que é que vai dar??

Bem..vamos começar a ver agora.


Um grande abraço ao amigos.